Acidemia glutárica tipo 1

A deficiência de glutaril-CoA desidrogenase (GDD) é um distúrbio neurometabólico autossômico recessivo que se caracteriza por crise encefalopática que leva a lesões estriatais e graves distúrbios discinéticos distônicos do movimento.

A prevalência global é estimada em 1 / 100.000 nascidos vivos. O GDD é mais prevalente em algumas comunidades: a antiga ordem Amish, os nativos canadenses Oji-Cree, os viajantes irlandeses e os nativos americanos Lumbee.

Os neonatos são em sua maioria assintomáticos, embora 75% tenham macrocefalia, hipotonia e irritabilidade. O diagnóstico pré-sintomático pode ser alcançado por meio de triagem neonatal de doenças metabólicas.

Os neonatos que não são diagnosticados podem manifestar sintomas por 3 a 36 meses. Esses sintomas geralmente são hipotonia, perda de habilidades motoras e convulsões, que levam a lesões estriatais com distonia secundária e hemorragia subdural e retinal.

Em idades mais avançadas (com o tratamento apropriado), o risco de crise encefalopática diminui.

O diagnóstico deve ser baseado na clínica e geralmente é apoiado por achados neurorradiológicos, incluindo opérculos muito abertos e lesões nos gânglios da base. O diagnóstico é confirmado por uma análise citogenética ou pela medição dos níveis elevados de GA, 3-OH-GA, ácido glutacônico e glutarilcarnitina por meio de uma análise quantitativa de ácidos orgânicos na urina, cromatografia gasosa-espectrometria de massa e / ou espectrometria de massa em tandem (acilcarnitinas).

O GDD é causado por mutações no gene GCDH, localizado em 19p13.2, que está envolvido nas vias catabólicas da L-lisina, L-hidroxilisina e L-triptofano. Mais de 200 mutações GCDH foram descritas. A GDD é patogênica devido ao acúmulo de ácido glutárico (GA), ácidos 3-hidroxiglutáricos (3-OH-GA), ácidos glutacônicos e glutarilcarnitina nos fluidos corporais.

O aconselhamento genético é recomendado. Deve ser oferecido às famílias afetadas junto com os testes genéticos, uma vez que o padrão de herança é autossômico recessivo.

O prognóstico depende de um diagnóstico oportuno e de manejo e tratamento adequados, uma vez que é considerado um distúrbio neurometabólico tratável.

O controle diário inclui uma dieta com baixo teor de lisina, suplementos de carnitina e um tratamento de emergência no início de qualquer processo intercorrente. Seguir as recomendações para tratamento de emergência é essencial para prevenir danos neuronais e subsequente distonia secundária.

Genes analisados

GCDH

Ainda não fez um teste de DNA?

Faça seu teste genético e descubra tudo sobre si.

starter

Ancestralidade, Traços e Bem-estar

advanced

Saúde, Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Oferta especial Natal

Até 26 de dezembro

-15% em nossos testes de DNA

Utilize o nosso código XMAS15