Câncer pancreático

O câncer pancreático é uma neoplasia originária do pâncreas, um órgão que segrega compostos envolvidos no processo digestivo e na manutenção da homeostase da glicose. É um dos tumores mais agressivos do aparelho digestivo, geralmente devido ao seu diagnóstico tardio. É um câncer raro, representando 2% de todas as neoplasias diagnosticadas.

As causas do cancro pancreático são geralmente desconhecidas. A maioria dos casos são considerados esporádicos, sendo os casos hereditários os menos comuns. Para além de factores de risco genéticos, tais como Peutz-Jeghers ou síndrome de Li-Fraumeni, foram identificados outros factores de risco não-hereditários:

  • Idade e sexo. Oitenta por cento dos tumores pancreáticos são diagnosticados em pessoas com mais de 60 anos de idade, sendo o sexo masculino ligeiramente mais afectado.
  • O tabagismo é o factor de risco ambiental mais significativo e está directamente relacionado com 25% dos casos de cancro do pâncreas.
  • Exposição a substâncias tóxicas, tais como solventes à base de hidrocarbonetos clorados, níquel, pó de sílica ou amianto.
  • Consumo excessivo de carne vermelha e processada. Alguns estudos associaram o consumo excessivo de carne vermelha a um risco acrescido de cancro pancreático.
  • Obesidade.
  • Diabetes. Esta condição está presente em 40% dos casos de cancro do pâncreas e foi postulada como uma possível causa para o seu desenvolvimento.
  • Pancreatite.
  • Infecções, tais como Helicobacter pylori e hepatite B.

Sintomas

O cancro pancreático geralmente não tem sintomas nas suas fases iniciais, o que torna o diagnóstico precoce muito difícil. Quando os sintomas aparecem, os tumores já cresceram muito ou já se espalharam fora do pâncreas. Os sintomas mais comuns incluem:

  • Icterícia e comichão na pele.
  • Fezes pálidas ou gordurosas.
  • Urina de cor escura.
  • Fadiga e fraqueza.
  • Aumento dos níveis de glucose no sangue.
  • perda de apetite e perda de peso
  • náuseas e vómitos
  • Dor ou desconforto na parte superior do abdómen ou na barriga.

Prevenção

Não existe uma forma garantida de prevenir o cancro pancreático. No entanto, há medidas que podem ser tomadas para tentar reduzir o seu risco:

  • Evite fumar. O fumo é o factor de risco ambiental mais importante e evitável.
  • Um estilo de vida saudável, mantendo um peso saudável e encorajando o consumo de fruta, vegetais e alimentos ricos em fibras, evitando carnes vermelhas e processadas.
  • Evitar a exposição a produtos químicos tóxicos que possam aumentar o risco de cancro pancreático.

Número de variantes observadas

13,5 milhões de variantes

Número de loci de risco

13 loci

Genes analisados

CTRB1 ETAA1 GRP HNF1B HNF4G MKLN1 NOC2L PDX1 SOX9 SUGCT TERT TP63 XBP1 ZNRF3

Bibliografia

Ainda não fez um teste de DNA?

Faça seu teste genético e descubra tudo sobre si.

starter
Test ADN Starter

Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
starter
Test ADN Advanced

Saúde, Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
O teste de DNA que você estava procurando
Comprar