Esôfago de Barrett

O esófago de Barrett é uma doença causada por danos no revestimento das paredes do esófago provocados pelo ácido gástrico. Ocorre como consequência do refluxo gastro-esofágico crónico e a sua prevalência situa-se entre 1,5% e 3,6%, dependendo da etnia.

O desenvolvimento do esófago de Barrett está principalmente associado à doença do refluxo gastro-esofágico, em que o ácido do estômago volta para o esófago, danificando o tecido e provocando alterações no seu revestimento.

Os factores de risco que predispõem ao esófago de Barrett são os seguintes

  • Ter doença de refluxo gastro-esofágico que não melhora com tratamentos adequados.
  • História familiar da doença ou de cancro do esófago.
  • Sexo, sendo muito mais comum nos homens do que nas mulheres.
  • Origem étnica, sendo que os caucasianos têm um risco mais elevado.
  • Idade, sendo mais frequente a partir dos 50 anos.
  • O tabagismo.
  • A obesidade ou o excesso de peso, uma vez que a gordura abdominal também aumenta o risco.

Sintomas

O esófago de Barrett começa frequentemente em associação com a doença do refluxo gastro-esofágico, que pode incluir os seguintes sinais e sintomas:

  • Azia frequente e regurgitação do conteúdo do estômago.
  • Alguma dificuldade em engolir alimentos.
  • Ocasionalmente, dor no peito.

No entanto, muitas pessoas com esófago de Barrett não apresentam quaisquer sintomas associados ao refluxo.

Prevenção

A prevenção do esófago de Barrett passa pela prevenção e gestão correcta do refluxo gastro-esofágico, evitando alimentos e situações que possam levar a uma elevação do conteúdo gástrico. Os alimentos associados a esta situação podem ser o café, o álcool, o tabaco, alimentos ricos em gordura, entre outros.

O esófago de Barrett está associado a um risco acrescido de desenvolvimento de cancro do esófago, pelo que é importante que as pessoas afectadas façam check-ups regulares para favorecer a deteção precoce. Por outro lado, embora o risco de cancro do esófago seja baixo, pode ser minimizado com o tratamento terapêutico adequado do refluxo gastro-esofágico.

Número de variantes observadas

13,5 milhões de variantes

Número de loci de risco

16 loci

Genes analisados

CDH9 CEP72 CRTC1 EFEMP1 ETAA1 FOXF1 GDF7 LMX1B MDFIC2 SATB2 SLC22A3 TBX5 TMOD1 TNKS ZFHX3 ZNF184

Bibliografia

Ong JS, An J, Han X, et al. Multitrait genetic association analysis identifies 50 new risk loci for gastro-oesophageal reflux, seven new loci for Barrett's oesophagus and provides insights into clinical heterogeneity in reflux diagnosis. Gut. 2022 Jun;71(6):1053-1061.

Nowicki-Osuch K, et al. Molecular phenotyping reveals the identity of Barrett's esophagus and its malignant transition. Science. 2021 Aug 13;373(6556):760-767.

Barrett's Esophagus. Mayo Clinic [Feb 2023]

Understanding Barrett's Esophagus. American Society of Gastrointestinal Endoscopy.

Ainda não fez um teste de DNA?

Faça seu teste genético e descubra tudo sobre si.

starter
Test ADN Starter

Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
starter
Test ADN Advanced

Saúde, Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
O teste de DNA que você estava procurando
Comprar