tellmegen logo

BEM ESTAR

Predisposição genética para a alergia aos amendoins

O que é a alergia alimentar?

Uma alergia alimentar é uma resposta imunitária adversa a certos alimentos. Os alergénios alimentares são diversos, sendo os mais comuns o leite de vaca, ovos, amendoins, nozes, soja, trigo, peixe, e marisco. A prevalência da alergia alimentar aumentou acentuadamente nos últimos vinte anos e afecta actualmente 8% das crianças e 11% da população adulta. A alergia aos amendoins é uma das alergias alimentares mais disseminadas nas crianças, afectando 3% nos EUA e 9,5% na Austrália. Os alergénios alimentares típicos na Ásia são diferentes dos observados nos países ocidentais e sugere-se que a contribuição do ambiente para o desenvolvimento da alergia alimentar é relevante.

Alergia aos amendoins

A alergia aos amendoins pode aparecer durante a infância e persistir na idade adulta, bem como a alergia aos frutos secos, alergia às sementes, alergia aos peixes e alergia aos mariscos.

Os sintomas de alergia aos amendoins desenvolvem-se geralmente dentro de minutos a cerca de duas horas e podem ser leves a graves e incluir comichão na boca e urticária após a ingestão de amendoins.

Causas das alergias

O desenvolvimento da alergia alimentar, como condição complexa, é influenciado tanto pela genética como pelo ambiente, bem como pelas interacções genómico-ambientais, incluindo a epigenética.

O papel da genética na predisposição para a alergia aos amendoins

A genética desempenha um papel importante no desenvolvimento da alergia alimentar, como tem sido demonstrado em estudos familiares e de gémeos. Ter um historial familiar de alergia alimentar é considerado um dos principais factores de risco de alergia alimentar e aumenta o risco de desenvolver alergia alimentar em 2-10 vezes. Os genes mais estudados em relação à alergia alimentar são o HLA (maior complexo de histocompatibilidade) e o FLG (filaggrina).

Existem duas variantes mais fortemente associadas à predisposição para a alergia aos amendoins, especificamente rs7192 e rs9275596 SNPs, estudadas pelos nossos geneticistas para determinar a predisposição para a alergia aos amendoins através do nosso teste genético.

Prevenção

Dado o aumento progressivo das alergias alimentares a nível mundial, a procura de estratégias de prevenção tem-se intensificado nos últimos anos. Entre estas abordagens, é geralmente aceite que a introdução precoce de tais alimentos poderia reduzir o risco de desenvolvimento de alergias. Em qualquer caso, é importante que as famílias com bebés com antecedentes de eczema ou suspeitas de alergia alimentar consultem um médico antes de introduzirem este alimento na sua dieta.

GENE OU REGIÃO ESTUDADA


  • HLA-DRA
  • 6:32681631