tellmegen logo

BEM ESTAR

Níveis de vitamina B12

A vitamina B12 também conhecida como cianocobalamina (cobalamina) é um membro do grupo de vitaminas B, metabolismo de um carbono essencial, no qual o folato transfere grupos de um carbono em uma variedade de processos biológicos, incluindo DNA e síntese de proteínas, metilação e metabolismo da homocisteína. Nestes processos, as vitaminas B solúveis (folato, B6 e B12) atuam como cofatores ou substratos.

A deficiência clínica de B12, com manifestações hematológicas ou neurológicas, é relativamente incomum. A deficiência de B12 baixa ou marginal sem deficiências hematológicas ou neurológicas é frequentemente causada por uma dieta inadequada, especialmente entre crianças e mulheres em idade reprodutiva. Níveis baixos de B12 são mais frequentes entre adultos mais velhos (& ge; 60 anos de idade) do que adultos jovens (19 & ndash; 39 anos de idade) e mais prevalentes em mulheres do que em homens.

A determinação de ácido metilmalônico (MMA), um indicador do estado de B12, e homocisteína são frequentemente testados na prática clínica para detectar a deficiência de B12 (Green et al., 2017). A medida dos níveis séricos de B12 total tem a limitação de incluir a vitamina B12 circulante total, da qual aproximadamente 80% está ligada à haptocorrina e, portanto, não está biodisponível para a captação celular. No entanto, a determinação dos níveis de B12 na prática clínica não é obsoleta, pois pode ser útil para prever o prognóstico e o estado de várias doenças relacionadas a altos níveis de vitamina B12, como câncer e síndrome linfoproliferativa autoimune.

Foram descritas variantes genéticas que podem alterar os níveis de vitamina B12 afetando as proteínas envolvidas na absorção, captação celular e metabolismo intracelular. De acordo com estudos conduzidos em gêmeos monozigóticos e dizigóticos, a herdabilidade dos níveis de vitamina B12 é de aproximadamente 59%.

GENE OU REGIÃO ESTUDADA


  • TCN1
  • TCN2
  • FUT2
  • FUT6
  • MTHFR
  • MMUT
  • CLYBL