tellmegen logo

BEM ESTAR

Tendinopatias nas extremidades superiores (braços)

Tendões são estruturas anatômicas localizadas entre o músculo e o osso, cuja função é transmitir a força gerada pelo músculo ao osso, dando origem ao movimento articular.

Tendões são compostos principalmente de colágeno (30%) e água (68%), com uma pequena proporção de elastina (2%). Por outro lado, a vascularização do mesmo é limitada, mas aumenta durante o exercício e antes dos processos de cicatrização.

O próprio termo “tendinite” refere-se a uma situação inflamatória, portanto, atualmente tende a evoluir com o conceito de tendinopatias como uma entidade geral e global (em que nem sempre estudos histológicos têm mostrado processos inflamatórios com marcadores de inflamação na lesão associada).

Uma das principais características associadas ao tendão é a sua capacidade de modulação e, por conseguinte, a sua capacidade potencial para regressar ao seu estado basal incluída após o dano. Para isso, é importante conhecer os fatores intrínsecos, individuais, genéticos, biomecânicos e ambientais que interagem entre si e que impedem e otimizam a recuperação das tendinopatias.

A influência da genética nas patologias tendinosas é cada vez mais conhecida, o que permite um conhecimento mais exaustivo da interpretação da variação genética, não só na etiopatogenia, mas também em outros aspectos como a susceptibilidade, o prognóstico e a resposta individual aos tratamentos.

LESÕES NO MANGUITO ROTADOR

Os músculos do manguito rotador são pequenos, estabilizando os músculos da articulação do ombro, o que permite que os movimentos do ombro sejam precisos e coordenados. É composto por quatro músculos (supraespinal, subescapular, redondo menor e infraespinal menor) e seus tendões responsáveis.

Dos quatro músculos do manguito rotador, o tendão mais frequentemente lesionado é o supraespinhoso. A lesão do mesmo ocorre principalmente devido à degeneração dos tecidos causada por um déficit na vascularização, por um trauma direto ou por uma sobrecarga sofrida devido a um uso exaustivo para diferentes cargas de trabalho.

GENE OU REGIÃO ESTUDADA


  • DEFB1
  • TNC
  • COL1A1