Contraceptivos hormonais (Reacções adversas)

Os contraceptivos hormonais são tratamentos geralmente à base de estrogénios e progestinas que inibem a ovulação, evitando a gravidez. Um dos efeitos adversos mais importantes é a presença de trombose venosa, um risco que aumenta notavelmente em mulheres portadoras de certas variantes genéticas.

Os contraceptivos hormonais contêm progesterona ou a combinação de progesterona e estrogénio. Estão disponíveis em diferentes formas, incluindo contraceptivos orais, adesivos cutâneos, anel vaginal, implante ou injecções. Embora a sua principal utilização seja como método contracetivo, estão também indicados para o tratamento da síndrome pré-menstrual, melhoria do acne e do excesso de pêlos, dismenorreia e perimenopausa, entre outros.

É amplamente utilizado e estima-se que mais de 55 milhões de mulheres o utilizem.

MECANISMO DE ACÇÃO

As hormonas sexuais, como o estrogénio e a progesterona, ajudam a controlar o ciclo menstrual e a fertilidade da mulher. Quando tomadas exogenamente, inibem a libertação das hormonas estimuladoras da ovulação, fazendo com que a ovulação não ocorra e que o muco cervical fique mais espesso, dificultando a passagem dos espermatozóides.

CONTRA-INDICAÇÕES

Os contraceptivos hormonais estão contra-indicados em mulheres com antecedentes de tromboembolismo ou tromboflebite, doença hepática, iterícia, tumores hormono-dependentes, cancro da mama, gravidez, hiperlipoproteinemia, tumores hepáticos, hipertensão arterial ou lúpus.

Além disso, deve ser utilizado com precaução em doentes com enxaquecas, depressão, epilepsia, otosclerose, varizes, nefropatia, doença inflamatória intestinal ou adenomas da hipófise. As mulheres fumadoras também devem ser particularmente cautelosas.

EFEITOS SECUNDÁRIOS

A utilização da terapêutica hormonal combinada pode causar efeitos secundários, como hemorragias, sensibilidade mamária, dores de cabeça, náuseas, inchaço abdominal ou aumento da tensão arterial. A maioria destes efeitos secundários desaparece após algum tempo de tratamento.

É importante saber que os contraceptivos hormonais aumentam o risco de certas doenças graves, como trombose venosa profunda, acidente vascular cerebral ou doenças hepáticas. O risco destes acontecimentos é aumentado por determinados factores, como o tabagismo ou a presença de certos marcadores genéticos, como o Fator V de Leiden.

DESIGNAÇÕES COMERCIAIS

Na categoria dos contraceptivos hormonais, encontram-se os seguintes ingredientes activos:

  • Desogestrel (por exemplo, Ceracet®, Cyclessa®).
  • Estradiol/progesterona (por exemplo, Metrigen®, Bijuva®)
  • Etinilestradiol/norelgestromina (ex.: Evra®)
  • Etonogestrel (ex: Implanon®, Nuvaring®)
  • Levonogestrel (por exemplo, Mirena®, Liletta®)
  • Noretindrona (ex. Activelle®, Primolut®)

Genes analisados

F5

Bibliografia

Ainda não fez um teste de DNA?

Faça seu teste genético e descubra tudo sobre si.

starter
Test ADN Starter

Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
starter
Test ADN Advanced

Saúde, Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Comprar
Mês do Pai Só até 20 de junho em nossos testes de DNA. Utilize o nosso código DAD15
Comprar