Olfato

As pessoas podem discernir milhares de odores, embora haja uma grande variabilidade entre as pessoas na capacidade de detectar odores particulares. Pensa-se que algumas das diferenças nesta capacidade de detecção são determinadas geneticamente.

O odor é uma sensação, um estímulo e percepção captados pelo sentido do olfacto através da interacção de uma substância orgânica com os receptores olfactivos nas narinas. Esta interacção é influenciada por muitos factores tais como a composição da substância, a sua volatilidade ou o número e tipo de receptores olfactivos de cada indivíduo.

No processo de olfacto, as substâncias odoríferas são transportadas pelo ar, chegam ao epitélio olfactivo onde são detectadas pelos receptores nos neurónios receptores sensoriais. O epitélio olfactivo tem entre 20 e 30 milhões de células receptoras que, quando activadas, transmitem o sinal para o córtex cerebral e, a partir daí, para o sistema límbico e hipocampo onde a memória olfactiva é estabelecida e as memórias estão associadas a certos odores.

Estima-se que os humanos têm a capacidade de diferenciar até dez mil odores diferentes, mas a maior parte de nós só irá perceber uma fracção deles durante a sua vida, pelo que a descrição de um odor varia frequentemente de pessoa para pessoa. Além disso, a percepção olfactiva é também influenciada por aspectos culturais, emocionais ou fisiológicos.

Um dos compostos odoríferos mais conhecidos são as iononas, que são compostos naturais encontrados naturalmente no aroma das flores, onde servem de atractivo para os insectos polinizadores. São amplamente utilizados em perfumaria e como aromatizantes alimentares.

Genes analisados

OR5A1

Bibliografia

Ainda não fez um teste de DNA?

Faça seu teste genético e descubra tudo sobre si.

starter

Ancestralidade, Traços e Bem-estar

advanced

Saúde, Ancestralidade, Traços e Bem-estar

Oferta especial Natal

Até 26 de dezembro

-15% em nossos testes de DNA

Utilize o nosso código XMAS15