Arformoterol (Eficácia)

O Arformoterol é um medicamento broncodilatador utilizado no tratamento de doenças pulmonares obstrutivas crónicas (DPOC). É metabolizado por várias vias que determinam a sua eficácia, com particular relevância para os genes CYP2D6 e/ou UGT1A1.

Arformoterol é um broncodilatador que relaxa os músculos das vias respiratórias para melhorar a respiração. A inalação de arformoterol é usada para prevenir a broncoconstrição em pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), incluindo bronquite crônica e enfisema. Arformoterol não trata um ataque de broncoespasmo que já começou.

Arformoterol não é um medicamento de resgate. Este medicamento não funciona rápido o suficiente para tratar um ataque de broncoespasmo.

Arformoterol pode aumentar o risco de morte ou hospitalização em pessoas com asma, mas o risco é desconhecido em pessoas com DPOC.

O arformoterol está no grupo de medicamentos denominado LABA: broncodilatadores agonistas beta-2 de longa ação (como formoterol, salmeterol e indacaterol).

MECANISMO DE AÇÃO

Arformoterol é um agonista β2-adrenérgico de ação prolongada indicado para o tratamento da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). É vendido como uma solução que será administrada duas vezes ao dia (manhã e tarde) por nebulização.

CUIDADOS

Informe o seu médico se você estiver usando qualquer outro LABA, como formoterol, salmeterol ou indacaterol. Você não deve usar esses medicamentos junto com o arformoterol. Seu médico dirá quais medicamentos você deve usar e quais você deve parar de tomar.

Cuidado (informe o seu médico) se você estiver tomando concomitantemente: aminofilina, amiodarona, antidepressivos, beta-bloqueadores, pílulas dietéticas; disopiramida, diuréticos, eritromicina, medicação para asma ou resfriado, esteróides orais como dexametasona, metilprednisolona e prednisona; pimozida, procainamida; quinidina; tioridazina. Seu médico pode precisar alterar a dosagem de seus medicamentos ou monitorá-lo de perto para efeitos colaterais.

Deve-se ter cuidado em pacientes com batimento cardíaco irregular, pressão alta, convulsões, diabetes ou doença cardíaca, hepática ou tireoidiana.

Precauções extremas em mulheres grávidas.

Às vezes, o arformoterol inalado pode causar sibilos e falta de ar imediatamente após a inalação. Se isso acontecer, chame seu médico imediatamente. Não reutilize a inalação de arformoterol oral, a menos que seu médico lhe diga para fazer isso.

EFEITOS COLATERAIS

Efeitos colaterais mais comuns:

Nervosismo, tremor incontrolável de qualquer parte do corpo, dor de cabeça, tontura, cansaço, dificuldade em dormir, dor (principalmente nas costas), diarreia, náusea, vômito, cãibras nas pernas.

Efeitos colaterais graves:

Pulso acelerado ou forte, dor no peito, urticária, inchaço dos olhos, rosto, língua, lábios, boca, mãos, pés, tornozelos ou panturrilhas, dificuldade para respirar ou engolir.

NOME DA MARCA

  • Brovana®

Genes analisados

CYP2D6 UGT1A1
O teste de DNA que você estava procurando
Comprar